• Jusça Sotnas

Breve resumo do histórico do PIC-Projeto de Iniciação Cultural

Atualizado: Mar 19

A história do PIC começa em 2017 com a compra de violoncelos e a contratação do professor Bruno Thayer graças a uma verba doada pela Justiça do Trabalho de Araguari em 2016.



Em finais do ano de 2016 o Centro Espírita Caridade recebeu uma doação do Ministério Público do Trabalho para aplicação em projetos sociais. Os dirigentes do Centro, Gessy Carísio de Paula e Públio Carísio de Paula resolveram guardar a verba confiantes que a utilizariam em algo muito importante.

No começo de 2017 o maestro e violoncelista Kayami Satomi - que também é professor da Universidade Federal de Uberlândia-UFU -, procurou os dirigentes do Caridade para informar que havia um de seus alunos pronto pra dar aulas de violoncelo. Assim nasceu o PIC – Projeto de Iniciação Cultural, que contratou o professor Brunno Thayer para ensinar violoncelo para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Com a verba recebida, foram adquiridos 9 violoncelos e neste mesmo ano começaram as aulas com 9 alunos.

O ano de 2018 foi um ano de muito trabalho e com a participação de alunos e professores de outros projetos de cidades do Triângulo Mineiro, Caldas Novas e Catalão, Goiás, foi realizado o I Encontro de Alunos de Violoncelo do Triângulo Mineiro e Sul de Goiás. Evento contou com aulas e ensaios entre todos os participantes e que culminou com um belíssimo espetáculo no pátio da Educandário Eurípedes Barsanulfo, onde funciona o PIC,

Em 2019 as aulas ganharam um ritmo maior e com um alto grau de aprendizagem. As apresentações ao público externo ganharam uma assiduidade frenética e o PIC passou a ser chamado para se apresentar nas mais diversas solenidades, como eventos da OAB-Araguari, ACIA, Batalhão de Engenharia do Exército, escolas públicas e particulares e uma célebre participação na Convenção Espírita de Uberlândia, que aconteceu nas dependências do Center Convention, do Center Shopping para mais de 4.000 pessoas presentes e mais de 50.000 on line.

Com tanta demanda, os mentores do PIC e outros voluntários sentiram a necessidade de se criar uma Associação voltada diretamente à arte. Assim, nasceu, em Setembro, a SEMENTEAR – Cultura, Arte e Educação, que encampou o PIC, dando-lhe uma nova dinâmica.

No final do ano a associação realizou o II Encontro de Alunos de Violoncelo do Triângulo Mineiro e Sul de Goiás, nos mesmos moldes do ano anterior, mas com uma participação maior de convidados. cujo ápice foi a realização de um grande concerto no palco do Cine Teatro Odette.

Em 2020 os planos de expansão do projeto começaram a todo vapor e com a obtenção de uma nova verba, vindo do Ministério Público do Trabalho, desencadeou a compra de mais 30 instrumentos, além da contratação do professor e maestro Diego Bosnich. Em março, infelizmente, com a ameaça da pandemia da Covid-19, as aulas presenciais foram suspensas e a equipe desdobrou-se para colocar as crianças on line e não parar o curso, funcionando assim até final de julho. Em Agosto, porém, as aulas presenciais foram retomadas observando os protocolos estabelecidos pelo Ministério e Secretaria da Saúde.

Os professores Brunno e Diego se debruçaram na formatação do projeto “250 Anos de Beethoven”, um concerto estudantil em homenagem ao aniversário do maior compositor clássico de todos os tempos. Com o apoio da Empresa Britvic, proprietária da marca Sucos Maguary, foi montado um prolongamento do palco do Cine Teatro Odette para a apresentação do grande espetáculo. Além da participação do professor e maestro Kayami Satomi, tivemos a participação de alunos e professores de outras cidades.

A grande homenagem aos 250 anos de Beethoven foi feita através de uma LIVE transmitida ao vivo pela Web TV Araguari sem a presença do público conforme determinação dos órgãos de Saúde em função da pandemia, e encontra-se disponível no canal do Youtube da Sementear.

Neste ano de 2021 as restrições continuam em função da Covid-19 e a aulas presencias estão suspensas até segunda ordem. Na primeira semana de março, finalmente, deu-se início às aulas por vídeo conferência. O PIC hoje conta com 12 alunos e desenvolve campanha para admissão de novos alunos, com meta de fechar o ano com 20 alunos.

Thalita Palão e Gabriel da Silva, primeiros alunos do PIC






7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo